Pneumonia no idoso

Pneumonia no idoso

 

       A pneumonia é uma infecção dos pulmões. Os agentes causadores podem ser: vírus, bactérias e fungos. Embora acometa pessoas de qualquer idade, costuma ser mais grave no idoso. Entre os idosos, a pneumonia é a quarta causa de internação hospitalar e tem grande incidência de complicações. Muitas mortes por pneumonia acontecem anualmente no mundo, sendo os idosos os mais vulneráveis.

       Geralmente, a partir dos 65 anos de idade as pessoas se tornam mais vulneráveis à pneumonia, por que? Porque muitas vezes apresentam doenças metabólicas associadas, como: diabetes, asma brônquica, doenças cardíacas, pressão alta, diminuição da imunidade, desnutrição, desidratação, etc. Também há maior possibilidade de aspiração de alimentos, líquidos e secreção, pelo fato de os idosos engasgarem mais. O uso de soníferos – remédios para dormir – pode aumentar a possibilidade de aspiração. O sedentarismo, a depressão e a vida solitária causam, frequentemente, a diminuição da imunidade nos idosos.

       O diagnóstico é mais difícil nas pneumonias dos idosos porque os sintomas não são claros como acontece com os dos jovens. Nos idosos o processo infeccioso pode ser lento, pode cursar com fraqueza, febre baixa – ou até sem febre -, falta de apetite, cansaço e total falta de interesse pelas coisas. Há casos que cursam com confusão mental.

       Pela maior gravidade dessas infecções e pela falta de clareza dos sintomas nos idosos, o diagnóstico deve ser sempre suspeitado, pois o início rápido do tratamento pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

       Para tentar prevenir a pneumonia nos idosos podemos nos utilizar da vacina conta gripe – a gripe pode complicar com pneumonia -, da vacina contra o pneumococo – agente mais comum na causa dessas infecções – e de cuidados como: boa higienização da boca, observar a posição em que o idoso está deitado (melhor com a cabeça mais elevada), boa alimentação e hidratação, tratamento adequado das doenças de base que essas pessoas podem apresentar, sempre que possível estimular a movimentação desses idosos e, quando necessário, providenciar fisioterapias.

       Fiquem atentos, o diagnóstico rápido pode salvar uma vida.

emagreca de modo definitivo