Esteatose Hepática – Gordura no Fígado

A esteatose hepática

Esteatose Hepática é o nome que se dá ao acúmulo de gordura no fígado. É uma condição muito comum.

Normalmente até 10% do peso do fígado é gordura. Mais que isso já pode ser considerado esteatose. Para efeito de estudos, a esteatose hepática foi dividida em três graus: grau I, grau II e grau III. No grau I a concentração gordurosa é leve, no grau II é moderada e no grau III apresenta grande acúmulo de gordura no fígado. Mas a gravidade ocorre se essa gordura causar hepatite. Nesse caso, se não tratada corretamente, evoluirá para cirrose hepática.

Antigamente se achava que apenas aqueles que consomem álcool eram sujeitos à esteatose hepática. Hoje sabemos muito mais. Obesidade, diabetes, dislipidemias (aumento de colesterol e triglicerídeos), certas medicações, gravidez, entre outras situações menos comuns, podem causar a esteatose.

A menos que evolua para hepatite, não apresenta sintomas específicos, algumas vezes uma sensação de peso no abdômen.

Na grande maioria dos casos o diagnóstico é incidental, através de exames de imagem, como o Ultrassom. Quando existe comprometimento inflamatório celular, podem aparecer algumas alterações nos exames de sangue.

Há medicações que podem ajudar, mas o grande”remédio” é a prevenção. Deve-se diminuir doces e gorduras na dieta, tratar o colesterol, tratar o diabetes, praticar exercícios físicos, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, conversar com o médico sobre o uso crônico de certos medicamentos, entre outras medidas oportunamente indicadas.

conheca seu metabolismo e emagreca de modo definitivo