Alzheimer

Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca queda progressiva da cognição, reduz a capacidade de trabalho, afeta o convívio social e muda totalmente o comportamento do doente, assim como sua personalidade.
Tem início insidioso, isto é, aparece lentamente, e o paciente começa a perder a memória para fatos recentes, embora tenha, ainda, a capacidade de se lembrar detalhadamente de fatos antigos. Com a evolução, a doença de Alzheimer progride para a perda da capacidade de aprender, retira a concentração, a orientação, a compreensão dos fatos cotidianos e causa, até, o esquecimento da linguagem. A pessoa acaba se tornando inválida e totalmente dependente, inclusive para coisas muito básicas, como se cuidar e se alimentar. A pessoa vai perdendo o discernimento e não consegue mais avaliar o resultado e os efeitos de seus atos.
A causa da doença é desconhecida, há estudos que sugerem um componente genético. Na maioria dos casos se inicia nas pessoas depois dos 60 anos e sua proporção dobra a cada 5 anos. O quadro da doença evolui, em média, por um período de 5 a 10 anos.
O diagnóstico é importante para diferenciar o Alzheimer de outras doenças, tratáveis, que podem dar sintomas parecidos. A família deve ficar atenta, pois no início o paciente tem vergonha e tenta esconder os sintomas. Quando a família começar a perceber as alterações, citadas acima, deve ficar alerta.
Há medicamentos, como a rivastigmina, a galantamina e o donepezil, que auxiliam, mas não impedem a evolução da doença, que não tem cura. Os medicamentos para a demência têm alguma utilidade, apenas no início. Se o doente se tornar agressivo, deverá ser tratado de modo específico para a forma clínica que está manifestando.
Não há prevenção. Acredita-se que uma vida saudável e manter a mente ativa pode retardar o aparecimento do problema.
Em estágios mais avançados, a pessoa precisa de vigilância por 24 horas, pois pode se envolver em perigos ou sair e não mais saber voltar para casa.
Aprendam isso e, se identificarem alguém nesse quadro, procurem auxilio médico.