Varizes dos membros inferiores

Varizes dos membros inferiores

As varizes dos membros inferiores são distúrbios da circulação sanguínea desses membros. Essa circulação se dá por duas vias ou sistemas: o sistema venoso superficial – veias safena interna e safena externa -; e sistema venoso profundo.

As varizes são acometimentos do sistema venoso superficial, mas podem, indiretamente, prejudicar a circulação como um todo, já que estão interligadas e trabalham em conjunto.

A circulação normal das pernas têm, para ocorrerem de modo conveniente, que vencer a força da gravidade. Por esse motivo a natureza dotou as veias dos membros inferiores com válvulas. Essas válvulas servem para evitar o refluxo do sangue conforme este corre nos vasos retornando ao coração. Elas se fecham em intervalos mais ou menos sincronizados com a frequência cardíaca. Nos casos de varizes, essas válvulas são ineficientes e vão piorando com o tempo, causando edema – inchaços- e alterações nos vasos dos membros inferiores, originando as varizes.

As varizes são relatadas desde a antiguidade e, ainda, continuam sendo um problema de saúde na atualidade.

As varizes podem ser:

  • Primárias ou essenciais – aquelas que têm, na maioria dos casos, uma predisposição genética. Podem ocorrer em homens e mulheres, mas são muito mais comuns entre as mulheres. A gravidez agrava bastante a situação;
  • Secundárias ou adquiridas – ocorrem quando há lesões das veias e de suas válvulas, por trauma, tromboses, infecções graves dos membros inferiores, entre outras;

Quando não tratadas, as varizes dos membros inferiores podem evoluir, piorando cada vez mais a circulação e causando complicações.

As complicações mais comuns são:

  • Tromboflebite superficial – inflamação e trombose da veia doente;
  • Dermatite ocre – uma alteração da cor da pele que fica escura;
  • Sangramento de vasos dos membros inferiores;
  • Úlcera de perna;
  • Deformidades dos membros inferiores;

 Os sintomas mais comuns são: queixas estéticas – a aparência das pernas incomoda muito a pessoa -, dor, cansaço e peso nas pernas, cãimbras, inchaços, dor pélvica crônica (entre as mulheres), etc.

Muitas pessoas, principalmente a mulheres, apresentam vasos muito finos, existentes na superfície da pele, aos quais chamamos Telangiectasias. Essas telangiectasias são, geralmente, causadas por uma veia doente, de maior calibre, na região. Há tratamento para esses vasos que, na maioria das vezes, causam apenas queixas estéticas.

Para melhorar os sintomas e evolução das varizes dos membros inferiores e até prevenir o aparecimento delas, as pessoas devem caminhar. Na caminhada há uma grande diminuição da pressão venosa, fenômeno que melhora significativamente os sintomas e inchaços. Ao contrário do que as pessoas pensam, as varizes não são empecilhos para a caminhada. É claro que casos mais graves devem, durante a caminhada, usar meias elásticas. Ficar de pé, parado, por muito tempo, como ocorre em algumas profissões, pode antecipar ou agravar o aparecimento das varizes

É muito importante uma consulta médica e acompanhamento dessas varizes para prevenir complicações. O médico determinará o tratamento mais adequado, que poderá ser com medicamentos ou cirúrgico.

emagreca de modo definitivo

Foto: https://saude.umcomo.com.br