O amor e respeito aos animais

A grande maioria das pessoas ama animais de estimação, como cães, gatos, vacas, cavalos, aves, porquinhos, peixes, ratos, répteis, aracnídeos, anfíbios…. Tenho uma amiga que amava uma galinha. A galinha se chamava Maricota e era levada para todo lugar onde ia, até para o quarto de dormir.
Os animais podem ser, realmente, muito encantadores e estimular o melhor que temos em nossos corações.
A princípio – talvez mais de 40.000 anos atrás, -, após o homem passar de presa para predador, passou a domesticar animais, mais por sua força bruta, como fonte de alimentos e proteção do que por ligação emocional.
Com o passar do tempo, o vínculo com essas criaturas foi-se tornando mais sutil. Passamos a entendê-los melhor, e a amá-los. Criamos até um Serviço de medicina para eles, a Veterinária.
Os gatos, cachorros e aves vêm acompanhando o homem há milênios. Foram extremamente importantes para nossa subsistência e motivo de muitas alegrias. No Egito, os gatos, além de serem muito úteis como predadores de pragas, eram também venerados. Aí, também, as aves foram domesticadas, principalmente por sua beleza e canto.
Hoje em dia temos um número cada vez maior de admiradores de animais de estimação, chamados Pet, responsáveis por uma enorme indústria de alimentos e artefatos específicos para nossos bichinhos. Há até boutiques para eles.
Mas o mais importante disso tudo é a troca de amor entre nós e nossos animaizinhos queridos. A ligação pode ser profunda, a ponto de gerar uma sensação de utilidade para as pessoas, preencher vazios emocionais e até curar doenças. Há clínicas de idosos que utilizam animais para aliviar a solidão e alegrar seus clientes. Os animais de estimação podem melhorar o humor, prevenir doenças – até hipertensão arterial – e aumentar a expectativa de vida dos seus donos. Quem nunca ouviu falar de incríveis cães guias, atenciosos e dedicados aos seus donos cegos?
Há um trabalho muito sério para a integração psicossocial de pessoas com deficiência ou necessidades especiais, feito com cavalos, chamado Equoterapia.
Após considerar tudo isso, vemos que os animais devem ser respeitados e amados, pois lhes devemos muito mais do que a maioria das pessoas imaginam.